Granola de Chocolate e Côco... e as inseguranças


{scroll down for english version}

Tenho a tendência para pensar que as pessoas não gostam de mim. Não me refiro às pessoas que me rodeiam, à minha família ou amigos. Refiro-me às pessoas que se vão cruzando comigo, aqui e ali, no trabalho, no ballet, na rua.

 


Tenho ar de nariz empinado. Falo demasiado. Sou assertiva e opinativa, por vezes demasiado. E ainda que não seja apenas {mas também} isto que me defina, muitas vezes é tudo o que as pessoas conseguem conhecer de mim.
Chama-se insegurança esta característica, bem sei. Algo que nunca ninguém quer reconhecer, até porque na sociedade dos dias de hoje, todos temos de ser muito seguros de nós próprios, confiantes das nossas capacidades e qualidades, apaixonados pelo reflexo que o espelho nos transmite.




Mas qual de nós não se sente inseguro de si próprio?

Eu sinto. E por isso tendo a achar que as pessoas não gostam de mim.

E é por isso que, ultimamente, me tenho encontrado verdadeiramente surpreendida perante reações de pessoas que não esperaria de todo. Pessoas que me revêm  e fazem questão de me falar como se nunca houvéssemos perdido o contato. Pessoas que me contatam porque querem saber como estou e até combinar um almoço, quando eu não esperava mais do que o total esquecimento da parte delas.



Tenho tendência para pensar que as pessoas não gostam de mim… mas se calhar algumas até gostam…

Ingredientes

  • 1/3 chávena de azeite
  • 1/2 chávena de mel
  • 1/2 chávena de Mapple Syrup
  • 1-1/2 c. chá de extrato de baunilha
  • 1/2 c. chá de sal
  • 1/2 chávena de cacao em pó
  • 3 1/2 chávenas de flocos de aveia
  • 1/2 chávena de côco ralado
  • 1/4 chávena de sementes de sésamo
  • 1/4 chávena de sementes de linhaça
  • 1 chávena de nozes picadas grosseiramente


Preparação

1.Pré aquecer o forno a 180ºC e cobrir um tabuleiro de forno com papel de alumínio.

2. Numa taça juntar os flocos de aveia, as nozes, linhaça, sésamo e o côco. Misturar bem com as mãos.

3. Numa panela média, colocar o azeite, o syrup, o mel, a baunilha, sal  e o cacao. Levar ao lume e mexer vigorosamente até se obter um creme homogéneo sem grumos de cacao.

4. Deitar o preparado sobre a aveia cuidadosamente. Envolver muito bem até que os flocos fiquem bem cobertos pela mistura. Espalhar pelo tabuleiro numa camada fina.

5. Levar ao forno por cerca de 40 minutos. Mexer a cada 10 minutos.

6. Retirar e deixar arrefecer completamente sem mexer. Transferir para um recipiente hermético e guardar à temperatura ambiente num local seco.


Receita adaptada daqui




Chocolate and Coconut Granola... and some insecurities

I have this tendency to think most people don’t really like me. I’m not referring to those who surround me, or my family or friends. I mean those who cross my path, here and there, at work, at ballet, at the street.

I have this “don’t touch me” look. I talk too much. I’m assertive and opinionated, sometimes a little too much. And although it’s not only {but also} that what defines me, most of the times that is all that people get to know of me.
It is called insecurity this facet, I know. Something that no one ever wants to acknowledge, because actually in today’s society, we all must be very secure of ourselves, very trusting in our own abilities and qualities, in love with  the reflection we see in the mirror.

But which one of us does not feel insecure about himself?

I do. And that is why I tend to think people don’t like me.

And that’s why, of lately, I have found myself truly surprised before some people’s reactions  that I wouldn’t expect at all. People that I encounter again and are keen to talk to me as if we had never lost touch. People who contact me because they want to know how I am and even lunch with me, when I actually did not expect more than oblivion on their part towards me.

I tend to think people don’t really like me… but maybe some of them do…

Ingredients:

  • 1/3 cup olive oil
  • 1/2 cup honey
  • 1/2 cup Mapple Syrup
  • 1-1/2 tbsp vanilla extract
  • 1/2 tsp salt
  • 1/2 cup cocoa powder
  • 3 1/2 cups rolled oats
  • 1 cup shredded coconut
  • 1/4 cup sesame seeds
  • 1/4 cup flaxseeds
  • 1 cup chopped walnuts
 

Method

1. Preheat oven to 180º C, and cover  a baking sheet with foil.

2. In a large bowl, combine the oats, flax, sesame, coconut, and chopped walnuts. Toss them briefly with your hands to combine.

3. In a medium saucepan, combine the Olive oil, honey, syrup, vanilla, salt, and cocoa powder. Heat this mixture, stirring, over medium heat, until you have a smooth, flowing liquid without any cocoa lumps.

4. Carefully pour the hot cocoa syrup over the oats in the bowl. Stir until the oats are completely coated with the chocolate. Put the granola in the baking sheet, and spread it out into a thin, even layer.

5. Bake the granola for about 40 minutes. Gently stir every 10 minutes,

6. Once it’s out of the oven, let it cool undisturbed, without stirring. Transfer the granola to a large airtight container. Store at room temperature in a dry place.

Original Recipe here

   Bom apetite, Su

17 comentários:

  1. Adoro a maneira como escreve e de tds a receitas que coloca. São sempre tão apelativas mesmo quando os ingredientes não são os que eu mais gosto :)é por isso que gosto tanto de cá vir :)
    Gostaria muito que viesse conhecer o meu blog, também de culinária, cujo link e http://alfazema-chocolate.blogspot.pt/. Iria recebê-la com muito gosto ^^
    BTW já estou a seguir o seu blog :)
    Muitos beijinhos e o resto de uma boa semana

    ResponderEliminar
  2. Querida Su,

    partilho a mm insegurança que tu. Na verdade quase toda a gente partilha!
    Mas de uma coisa podes estar segura, essa granola está de fazer crescer água na boca.

    Beijinhos

    Sara

    ResponderEliminar
  3. Todos nós temos inseguranças: pessoais, profissionais, enfim... E não acredito que haja quem não as tenha. Eu tenho imensas, apesar de parecer muito senhora do meu nariz.

    E esta granola, muito senhora de si, parece-me uma opção muito saudável para os pequeno almoços. Deve ficar deliciosa com kefir :)

    ResponderEliminar
  4. Sabes que tb sinto isso muitas vezes? Mas deve mesmo ser a insegurança a falar, e se calhar a maior parte da pessoas até gosta de nós:) bj!

    ResponderEliminar
  5. Também sofro exactamente do mesmo problema! Costumo utilizá-lo como uma motivação para me tentar tornar sempre uma melhor pessoa ;)
    Gosto sempre das suas granolas!
    Beijinhos
    Inês

    ResponderEliminar
  6. Acho que é uma situação que todos sentimos ao longo da vida. Ninguém é seguro de si sempre, também receamos,duvidamos e questionamos as nossas relações com os outros.É legitimo e humano.Não te preocupes que não estás sozinha!
    Quanto à tua granola, está mais que aprovada pois eu gosto bastante dos ingredientes!!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  7. Ando para fazer uma granola, e esta parece-me perfeita!
    O ser humano julga as pessoas pelas aparencias, à priori, nós gostamos muito de julgar as pessoas e a maior parte das vezes erramos, tiramos conclusões precipitadas... enfim... é humano!
    A mim pareces-me uma pessoa delicada e dedicada. =)

    ResponderEliminar
  8. Os meus pequenos-almocos comecam sempre assim. Com granola e um belo de um iorgurte grego. Toda a gente passa por transformacoes e inseguranca ao longo da vida faz parte do proprio crescimento individual e do papel de cada um na sociedade.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Olá Su
    Podia ser eu a escrever o teu texto! A minha timidez sempre foi catalogada de snobismo. Com a idade e sobretudo com a maternidade, fui-me tornando mais segura. As rugas têm algo de positivo!
    Há sempre um frasco de granola cá em casa. Vou variando. Na próxima fornada vou seguir a tua sugestão.
    Um abraço,
    Guida

    ResponderEliminar
  10. Concordo aqui com a Ana Rita! Ninguém é seguro 100% e posso garantir que nem aquele que transmite isso, no seu intímo o é da mesma forma. Existem sempre inseguranças. Eu por exemplo, transmito demasiada confiança para aquilo que tenho na realidade.
    Na verdade, eu gosto muito destas receitas e das tuas palavras :)
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Eu adoro granolas caseiras e esta está fabulosa com o cacau e côco :)
    Por vezes sinto o mesmo que tu, alguma insegurança, mas também me surpreendem!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Insegurança em certas ocasiões toda a gente sente (alguém completamente alheado, vulgo convencido, talvez não mas...). É inevitável em certas situações sentirmo-nos um pouco deslocados e mais "conscientes de nós mesmos". Mas a segurança acho que também nos chega com a idade, pelo menos comigo é assim, existem situações que me deixariam tão insegura há uma dezena de anos e que hoje nem me arranham. Os aniversários não trazem só rugas, também há coisas boas :)

    ResponderEliminar
  13. Nunca fiz granola, mas tenho que tentar. Gostei muito das tuas palavras.... sinto o mesmo, mas estou como a Guida.. as rugas dão-nos mais segurança...hehehe ;)
    Um beijinho grande

    ResponderEliminar
  14. Que granola fantática!! Mandas um potezinho desses para cá?
    Olham queres saber, sinto-me exatamente como tu, e engraçado (sem graça nemhuma!), como sou completamente distraída, ontem medi forças com uma porta de vidro e sabes o que disse o meu mais que tudo? Oh... agora já não tens o nariz tão arrebitado!
    Enfim, são características :) Mas quem nos conhece bem descobre que é apenas aparência :)
    Beijnhos querida, e um bom resto de semana!

    ResponderEliminar
  15. E gostam sim, com (toda) certeza.
    Quero preparar essa granola, está linda!

    Beijos

    ResponderEliminar
  16. Eu gosto! Falámos e falamos relativamente poucas vezes, é certo, mas strange as it may seem, eu gosto de ti! :)

    Maravilhosa comida, como sempre :)
    Beijinho

    ResponderEliminar

09 10